Do pó à vida

po

É pessoal hoje vim olhar meu contador aqui, 88 dias, 88 dias de um renascimento para a vida. Posso garantir para vocês que esta é a fase mais feliz da minha vida, liberdade é o que posso dizer.

Como já contei minha história, consumia P. há mais de 20 anos, algumas vezes mais, outras vezes menos, mas nunca larguei definitivamente esse vicio maldito. Sabia de cor o nome de diversas atrizes do mundo pornô, consumi muito material pornográfico, deixava de produzir no trabalho à procura de novas cenas para baixar.

Sou casado, e conheci a disfunção erétil à 4 anos atrás, tentei parar, melhorei, voltei novamente, levantei, persisti, e em novembro achei esse site maravilhoso, o vicioempornografiacomoparar.com, li relatos e mais relatos, li o e-book e como há havia constatado antes, meu problema era mesmo o consumo de PMO, só que dessa vez resolvi ser radical e fazer o reboot, e hoje eu olho para trás, e vejo como tudo mudou, P. não faz mais parte da minha vida, minhas ereções voltaram ao normal, estão até mais firmes de quando consumia Viagra, impressionante.

Não posso dizer que estou curado 100% da DE, mas está tudo caminhando para isso, existe alguns traumas e ansiedades que estão sumindo aos poucos, mas hoje já consigo transar sem estimulantes, o que achei q nunca seria mais possível. A P. sumiu da minha mente, hoje vivo muito melhor, mais tempo para atividades físicas, tempo para os filhos, o nível de nervosismo, irritação e ansiedade diminuíram muito.

Devo dizer para quem está em processo de reboot, e está tendo recaídas, coloque em sua mente, Pornografia NUNCA MAIS, não tem hoje vai ser meu ultimo dia, amanhã eu começo, esqueçam isso, isso só te faz mal, te torna um cara ansioso, te deixa irritado, faz você não ter vontade de sair, faz você ficar impotente, e essa é a pior sensação que um homem pode ter, enfim faz você perder o melhor da vida.

E vamos viver, rumo aos 365 dias sem Pornografia e depois rumo ao infinito sem Pornografia, pois pra mim isso não tem mais sentido.

Fonte: http://comoparar.forumeiros.com/t292-do-po-a-vida