No Caminho Certo

vício em pornografia

Gostaria de começar falando da minha trajetória em relação ao vício.

Comecei com pornografia em canais eróticos com 7 ou 8 anos de idade e até os 17 anos me utilizei de pornografia praticamente todos os dias, tornando-me emocionalmente e fisicamente dependente dessa porcaria.

Desenvolvi ED e descobri meu problema quando tive a oportunidade de ter sexo com uma garota e broxei 2 vezes. Foi a pior fase da minha vida, estava muito deprimido e ansioso…

O futuro parecia uma névoa distorcida e minha vida um sacrificio da qual eu não tinha escapatória. Toda a alegria e motivação para viver que um dia eu tive havia desaparecido e eu cheguei a ter pensamentos suicidas. Sentimentos como amor éram dificilmente experenciados agora e eu sabia exatamente o porque.

Desesperadamente, procurei na internet e encontrei o “your brain on porn” dos estudos do dr. Gary Wilson e tudo fez sentido…

Nunca imaginei que estava preso a um vício e o quanto masturbação compulsiva podia ser rejudicial.

A tal garota se tornou minha namorada. A partir de então cortei pornografia o maximo que pude e melhorei, mantendo relações sexuais com minha ex.

Porém, durante esse período (quase dois anos), não me senti a vontade para expor a situação e fazer um full reboot. Então, terminamos e eu agora, enfim, estou conseguindo parar.

A batalha é muito dificil, seu cérebro realmente prega peças em você. Ele vai te convencer inúmeras vezes de o quanto é inofensivo, com pensamentos como “não vai fazer mal, só dessa vez…” Só pra conseguir a descarga de dopamina a qual vc se acostumou.

Depois do termino fui ao medico fazer um exame de sangue de rotina. Este apontou um nivel bem baixo de serotonina no meu sangue, substancia responsavel pelo bem estar, sentimento de satisfação e tranquilidade quanto a vida…

Felicidade basicamente. Tomei vitamina d que o medico receitou e com a diminuição do porno e a superação do termino, acredito que voltei a numeros normais pois nao me sinto mais mal daquela forma.

Foram 10 anos de prisão. Agora, estou a 25 dias sem orgasmo. Assistindo pornografia as vezes, mas estou controlando de forma muito mais eficiente e assistindo cada vez menos. Realmente percebendo que estou ganhando mais controle sobre minhas escolhas e impulsos.

Sinto que logo estarei alcançando os 90 dias. Gosto de voltar aqui no fórum para não me esquecer do que passei e sofri, e não continuar preso nessa armadilha que o pornô causou.

O corte de pornografia me causou alguns sintomas como:

– Sistema nervoso de volta ao normal (me sinto muito mais confiante e tranquilo);
– Mente sossegada ( Pensamentos negativos não surgem por qualquer motivo, minha mente esta encontrando a normalidade novamente);
– Mulheres me atraem de outra forma ( Sinto mais carinho e apreço por mulheres e minha mente pensa nelas de forma mais amorosa não como um pedaço de carne com buracos pra meter, que era como basicamente pensava rsrs)
– Aumento em níveis de energia e produtividade do dia a dia;
– Ganho de peso e uma certa mudança na voz ( mais potente e um pouquinho mais grave);
– As pessoas reagem melhor á mim por que agora as trato de forma diferente ( parei de ser um ser irritado e agora parece que as pessoas percebem isso);
– Mais concentração (aprendo mais facil e rápido, assimilo as informações mais facilmente);

Enfim, podem haver muitos sintomas que se manifestaram e eu nao percebi… Sinto que tenho a chance de me conectar comigo mesmo e isso é incrível. Essa experiencia é realmente espiritual, só quem vive os dois extremos sabe do que estou falando. Agora estou meio que numa flatline, nao passou nem um mes de reboot e eu dei algumas recaidas… Tenho ereções matinais quase todos os dias e tenho ereçoes expontaneas as vezes.

Não tenho desejo por porno e pouco desejo por mulheres reais. Acho que vou ter q esperar no minimo 5 meses, só que agora sei que tenho a força e a ocasião ideal pra realizar o feito. Sou muito grato a este forum e aos estudos do Gary Wilson a este problema tão atual e ignorado pela maioria das pessoas que se encontram nesta situaçao.

O recado que tenho pra vcs é que pode não ser de primeira que vc vai superar. Vc muito provavelmente vai recair só que sempre vai estar um passo a frente. A partir de agora depende somente da minha propria força de vontade para superar meus problemas e encarar minha vida de frente, sem ter que recorrer ao pornô pra me esconder dos meus problemas e insatisfações.

Enfim, a vida e o mundo parecem mais amigáveis e eu estou resgatando minha masculinidade e meu respeito com os outros cresceu também. As pessoas me consideram mais depoois que parei. O que é bastante óbvio…

Não sou mais um zé punheta chorão que esgotava todas as energias vendo perversidades numa tela, sozinho. Depois fui me tocar de que isso é patético. Não quero mais isso pra mim.. Quero uma vida de verdade e sei que voces também querem. Trabalhem duro, deem tudo de si, não deixem a peteca cair… vai valer a pena.

Abraço!!

Força Galera!!

Fonte: http://comoparar.forumeiros.com/t3208-finalmente-vencendo-a-causa-num-verdadeiro-reboot-desabafo