1

Enfim livre após 15 anos

impossibleEstou aqui para dar um depoimento final e virar logo a última página desse capítulo da minha vida. Vou considerar que tentei ficar livre da pornografia durante os 15 anos em que recorri a ela. Primeiro a parte ruim, depois a parte boa onde eu descrevo como estou me sentido agora:

#1 COMO EU ME VICIEI

Eu já tinha vinte e poucos anos e comecei a usar pornô para aliviar a barra de uma rotina pesada de estudos e trabalho. Entre uma sessão de estudos e outra, visitava os sites pornôs. Até o momento – acho que foi a uns 4 anos atrás -,em que passava mais tempo vendo pornô que estudando ou fazendo qualquer outra coisa produtiva. Não tinha motivação para fazer quase nada de útil.

#2 COMO ISSO ME AFETOU

Antes de pmo: primeiro, não sabia o que é ansiedade social e pânico. Segundo, tinha uma motivação incrível e era muito produtivo: estudava programação, era hobista em eletrônica, praticava esportes, lia um livro atrás do outro, tocava violão e piano, fazia trabalho voluntario num centro espírita todo final de semana, estudava vários idiomas ao mesmo tempo (uma paixão), e trabalhava. Só não fazia mais por falta de tempo pois vontade não me faltava. Também tinha alguns amigos leais e umas loucas interessadas em mim.

Após anos jogando meu tempo fora com pmo: amigos de verdade não tenho atualmente, só conhecidos com quem partilho os mesmo interesses. Minha vida acadêmica está uma bagunça porque eu não estava conseguindo manter a motivação por mais de uma semana. Vida amorosa, depois da DE, não existia mais.

“Baixo rendimento emocional”, é a descrição que alguém ai usou e acho que cabe bem nessa situação (acho que foi a Subzero).Rendimento intelectual muito baixo também: eu lia Platão e Dostoiévski na adolescência, mas agora, até Harold Robbins ta muito complexo pra mim. Não ia demorar eu ia passar o dia batendo palmas para a galinha pintadinha no youtube…

Estou fazendo essa comparação pra deixar bem claro como esse comportamento pode te prejudicar depois de muitos anos.

#3 CONHECENDO O REBOOT E TENTANDO SAIR

Fiquei sabendo pela primeira vez sobre o método do reboot um ano atrás, quando tentei, sem estudar, sem ler os livros, e sem participar no fórum, parar, sem resultados significativos.

Recai várias vezes até conseguir completar os 3 meses sem pornografia e sem masturbação(muito importante que seja sem M.), dessa vez com ajuda do livro, desse fórum, e da comunidade NOFAP do reddit.

Nas primeiras 3 tentativas consegui ficar apenas 8 dias longe de pornô (meu recorde pessoal na época), na quarta tentativa (a primeira depois de estudar o reboot), meses depois, fiquei 54 dias, e na última, que é a atual, estou indo para 4 meses.

Agora a parte boa:

4# COMO EU ESTOU APÓS + DE 3 MESES SEM PORNOGRAFIA E MASTURBAÇÃO

Psicologicamente:

Passei anos lutando contra ansiedade social, toc e síndrome do pânico. Tentei várias coisas, fiz tratamentos que só serviram para me deixar num ponto aceitável, sem nunca ficar completamente livre desses transtornos, que sempre voltavam tempos depois.

Mas meus problemas acabaram. Exatamente isso, se foram, fácil como num comercial da Polishop, mas é real. Ninguém vai te explicar como isso acontece, mas PODE acontecer…

A minha dinâmica com o TOC era a seguinte: me masturbava e ia logo tomar um banho (meu ritual de toc), se me masturbasse 5x, tomava 5 banhos demorados naquele dia. Não tenho mais rituais e nem pensamentos obsessivos típicos do TOC.

Em relação a ansiedade social: continuo sendo uma pessoa mais introvertida, mas consigo ter uma conversa com qualquer pessoa ou grupo de pessoas em que sou o centro das atenções, e me sentir bastante confortável com isso.

O que eu mais gostei nesse ponto aqui, é poder conversar com a pessoa me interessando totalmente no que ela tem a dizer, OUVINDO-A de verdade, ao invés de ficar dentro da minha cabeça me preocupando se estou passando uma boa ou má impressão, que é algo ridículo que pessoas com ansiedade social e timidez fazem o tempo todo.

Síndrome do pânico: Foi embora totalmente. Me coloquei em situações em que antes sentiria bastante desconforto, como num engarrafamento de trânsito, e nem lembrei que um dia tive esse problema.

Autoestima e autoconfiança estão de volta: Não gosta de mim? Eu não ligo. Se não for uma pessoa importante pra mim, eu realmente não estou nem ai para a opinião. Isso é tão contrastante com a forma como eu agia antes. Outra coisa legal: se sinto que estou sendo prejudicado de alguma forma, vou atrás dos meus direitos. Nada de “deixar pra lá” como eu sempre fazia antes.

Humor: muito melhor.

Motivação: era difícil para eu conseguir estudar uma hora e meia todos os dias. Agora eu estou estudando o meu tempo livro todo sem me cansar, a uns dois meses já. Também tenho motivação para melhorar minha situação, para construir a vida que eu quero pra mim.

Físicamente:

O mais importante para mim é que a disfunção erétil acabou. Saiba que a origem dela é completamente psicológica e ela se vai assim que o seu cérebro completar o processo de reboot.

Pêlos : enfim, eu tenho uma barba digna de um lenhador. De repente, mesmo na minha idade, os pelos do meu corpo começaram a se desenvolver muito rapidamente. Não só os pelos faciais, mas no peito, nos braços, nas pernas, estou mais peludo.

Voz: a voz ficou mais grave, e recebi elogios por isso. Já teve gente próxima a mim que ligou no meu celular e perguntou quem estava falando! Isso prova para mim que não é auto-sugestão, é real. Além disso, alguns problemas na articulação das palavras que eu vinha tendo acabaram. Falei disso eu algum tópico antigo meu.

Músculos: Salvo engano, não existem pesquisas que comprovem que masturbação em excesso cataboliza os músculos. Mas Isso porque está demorando pra que alguém vá lá e prove esse ponto! Eu dava dois passos pra frente e um pra trás no quesito ganho de massa muscular. Hoje eu sei que se não atingir o ponto que eu quero na musculação é por falta de treino unicamente, não mais por meus músculos sumirem de uma semana para a outra.

Ao mesmo tempo, perdi 6kg nos últimos 30 dias, só que praticamente gordura apenas. Meu corpo está bastante definido a ponto de alguém perguntar se eu tomei Clembuterol. Isso eu só consegui depois do reboot. Talvez se deva à ação da testosterona, talvez ao fato de estar mais motivado para treinar pesado, ou uma combinação das duas coisas.

#5 DICAS E CONSIDERAÇÕES FINAIS

– A risada do idiota é sempre um elogio. Não dê bola para os que acham que reboot e nofap são besteira, e vem aqui ou em qualquer outro espaço tirar sarro.

– Se você tiver problemas com ansiedade social ou timidez apenas, é muito importante que faça um reboot sem masturbação, no modo mais difícil. Isso porque depois de algum tempo você vai criar uma coragem muito grande(ou pelo menos muito maior que a atual) para interação social. Você vai sentir uma necessidade enorme de contato humano: sexual, dar e receber carinho, de conversar. Vai ser tão forte que pode fazer você quase ignorar essas limitações.

– Aproveite os momentos de mudanças na rotina para engatar o reboot: se vai fazer uma viagem, mudar de apartamento, entrar num novo trabalho, na academia, num curso novo. Esses momentos podem dar um grande impulso inicial no seu reboot, não os desperdice de maneira alguma.

-Tenha uma rotina pré planejada para os momentos em que a vontade estiver muito forte. A minha era a seguinte: exercícios físicos, depois um banho frio, em seguida ouvia uma musica relaxante , se ainda assim a vontade continuasse (raramente acontecia) , saía de casa. É interessante que encontre sua própria maneira de relaxar, pois o que funciona para os outros pode não funcionar para você.Um exemplo: meditação da maneira tradicional para mim nunca funcionou, sempre achei uma chatice.

-Se recair, retome o mais cedo possível o seu reboot. Faça da seguinte forma: releia o livro, não importa quantas vezes já tenha feito isso, veja vídeos com a tag NOFAP no youtube se você entende o inglês, leia artigos e leia depoimentos. Eu gosto dos vídeos desse cara (AQUI) e os vi como um grande incentivo durante o reboot. A idéia é estar sempre engajado no processo. Não tire o seu exército de campo NUNCA, não interessa a quanto tempo você está nessa batalha.

– Faça o que for preciso para se ver livre desse vício. Se você esta recaindo demais, é hora de tomar uma atitude mais séria. Mande desligar a internet, usa o computador só na rua ou no trabalho, faça o que for preciso, não deixe o fracasso virar sua rotina.

-Não vai ser sempre difícil como no começo. Na verdade, depois dos três meses você consegue mais facilmente tirar o foco da sua atenção dos desejos sexuais, se não estiver afim.

POR FIM

Eu gostaria de ter tido acesso ao conhecimento desse fórum quando eu tinha vinte e poucos anos. Se você está nessa idade e está lendo isso, saiba que essa é a fase MAIS IMPORTANTE da sua vida (LEIA ISSO). Então não a desperdice, não jogue fora os melhores anos da sua vida na frente da tela, se masturbando para um monte de pixels, isso é deprimente, NÃO É REAL, você sabe disso.

Se você é mais um “velho”como eu, cara, sempre há tempo, cada dia é uma oportunidade nova. Se eu tivesse 90 anos eu faria o reboot ainda assim, porque pelo menos eu morreria livre, sem ser escravo de vício nenhum, isso já seria um grande incentivo pra começar.

OBRIGADO ao cara que criou esse fórum, o PROJETO, e a todos que o mantém funcionando!

CABEÇA ERGUIDA SEMPRE, E VAMOS EM FRENTE!

Fonte:http://comoparar.forumeiros.com/t2515-enfim-livre-apos-15-anos

  • Natanael Ferreira Souza

    Gostei ! Isso é trocar hábito ruim por hábitos bons. 🙂