Vício em Pornografia: Como Parar? Sintomas e Tratamentos

Por: Rafael Rossi
Por: Rafael Rossi

Psicólogo

mulher silêncio

Pode parecer difícil de acreditar, mas nos dias de hoje o vício em pornografia é muito mais comum do que se pensa e tem afetado de radicalmente a sexualidade humana.

Como qualquer adição, a pessoa carrega consigo a dependência emocional que vai além de seu controle, e o seu uso começa a afetar sua vida social e sexual de diversas formas.

Como o contato com o cigarro, a bebida alcoólica, entorpecentes ilícitos e até mesmo smartphones, o vício em pornografia se revela um problema social grave, alterando o estilo de vida da pessoa por uma compulsão, uso que faz com que todo ser humano precise de tratamento.

 

O que é o Vício em Pornografia?

vício em pornografia

Vício em pornografia é a compulsão por consumir e se estimular através de material pornográfico virtual.

Sua existência é decorrente de uma série de mudanças compartilhadas no cérebro, que afetam tanto a sua química como sua anatomia e refletem em sintomas e sinais específicos no comportamento.

Por isso, o comportamento sexual, e o ato sexual em si, muitas vezes são normalizados, com o uso de vídeos e a dependência de qualquer grupo de pessoa.

Mas é na adolescência que o sexo pornô acontece e interfere inclusive na formação emocional, pois seu uso sugestiona diversos parâmetros, tais como: compulsão sexual, desempenho sexual, tamanho do pênis, relações de curta ou grande duração, prazer feminino e até mesmo o prazer sexual.

 

Quais são os Sintomas do Vício em Pornografia e como ele afeta a vida sexual?

homem preocupado

A primeira coisa a se entender sobre o vício em pornografia é que ele afeta diretamente o sistema de recompensas do cérebro de uma pessoa, alterando a sua química e anatomia.

A exposição ao material pornográfico e o login no seu site pornô favorito faz com que as áreas do cérebro relacionadas ao prazer sejam dessensibilizadas e exijam cada vez mais variedade para produzir a mesma quantidade de prazer que era produzida antes.

Isso induz as pessoas ao consumo excessivo, à escalada para gêneros cada vez mais extremos, a compulsão sexual, a incapacidade de parar e aos outros sintomas que veremos adiante.

 

Principais Sintomas do Vício em Pornografia:

casal insatisfeito

  1. Perda de interesse pela parceira (o);
  2. Compulsão sexual;
  3. Disfunção erétil;
  4. Ansiedade social;
  5. Confusão mental;
  6. Procrastinação;
  7. Ejaculação retardada
  8. Crises de abstinência,
  9. HOCD;
  10. Objetivação do sexo oposto;
  11. Ejaculação precoce;
  12. Gostos sexuais divergentes da sua orientação sexual;

 

Como Parar Com a Pornografia Hoje?

Baixe Agora o Nosso Guia Gratuito e dê o Primeiro Passo Rumo à Reversão do Vício em Pornografia!

 

 

Como o Vício em Pornô afeta a vida sexual?

casal triste

Infelizmente, o homem viciado em pornografia ganha, em primeiro lugar, uma vida sexual desregulada também, pois não sente mais a afinidade com sua parceira ou parceiro, e isso modifica até mesmo a dinâmica do casal.

Além disso, tal vício se transforma em uma moeda de troca, como a compulsão alimentar, e pode até mesmo causar danos nas relações sociais, pois a necessidade pela masturbação aumenta gradativamente a busca pelo vídeo perfeito.

Em determinado momento, não há mais motivação para fazer sexo com a própria esposa (ou marido), com consequências graves para a saúde dos relacionamentos.

Como se tudo isso não bastasse, o vício em pornografia acaba prejudicando fisiologicamente o homem, pois tanto a ejaculação precoce quanto a ejaculação retardada são consequências disso.

A disfunção erétil costuma ser a última etapa física da pessoa, que surge com a perda de controle no sexo, impedindo a atividade sexual e a relação sexual ocorrerem de maneira satisfatória.

 

O que é a Pornografia e como ela influência a saúde dos homens?

realidade virtual

A pornografia é todo o tipo de conteúdo e material (imagem ou vídeo) que traga consigo sexo explícito, e cuja função é apenas dar prazer visual e, portanto, consumido para finalidades sexuais.

O consumo de pornografia aumentou muito depois do advento da internet de alta velocidade e atualmente é muito difícil encontrar indivíduos que não tiveram acesso a esse tipo de conteúdo.

Diferente de outras drogas que são mais dificeis de serem encontradas e comercializadas, a pornografia pode ser consumida na privacidade dos nossos lares, sem limites e gratuitamente.

Hoje, ela está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana e isso significa que a facilidade de encontrar materiais pornôs e se masturbar é simples demais para ser ignorada.

Enquanto no passado existiam apenas revistas estáticas e outros tipos de materiais impressos, e o vício praticamente não existia, hoje o vício em pornografia já está sendo estudado por psicólogos e incluído no DSM-V como um distúrbio sexual .

Especialistas das mais diversas áreas estão estudando o comportamento humano para compreender como a facilidade de acesso à vídeos pornográficos tem mexido com o emocional e com a concepção do que é a sexualidade e a sua relação com a disfunção sexual.

 

Porque começar cedo a se masturbar pode ser determinante para uma pior qualidade de vida?

criança perigos da pornografia

Ao começar cedo, o adolescente que busca e tem acesso à pornografia pode se tornar facilmente alguém viciado, como ocorre com outras tantas situações, porque a formação de seu organismo e de seu cérebro ainda não está completa, o que gera a compulsão e a futura necessidade de tratamento.

Isso faz com que o contato sujeite o jovem a concepções que não estão corretas, ou sequer reais, e pode prejudicar desde a primeira relação ou contato sexual, até as consequentes.

Resultado, é claro, da internet e do uso e consumo sem limites de pornografia que tem como seu público alvo, justamente o grupo dos adolescentes que estão curiosos sobre a sua sexualidade e são potenciais consumidores ideais.

Para descobrir como proteger os seus filhos da pornografia, veja esse artigo.

 

ENTRE PARA NOSSA LISTA VIP E JUNTE-SE A MAIS DE 32.786 PESSOAS!

Entre para nossa lista VIP e receba dicas exclusivas por e-mail de Como Parar com o Vício em Pornografia ainda hoje:

 

 

Estudos Cientificos sobre o vicio em pornografia

cérebro estudos

Apesar de alguns especialistas ainda negarem a existência de algo como um Viício em Pornografia, atualmente já existem mais de 40 estudos neurológicos que avaliaram o funcionamento e a estrutura do cérebro de usuários de Pornografia da Internet.

Além disso, esses estudos são consistentes com outros 250 estudos cerebrais de vícios de internet, muitos dos quais também incluem o uso de Pornografia da Internet que comprovam entre outras coisas que o Vício em Pornografia existe e pode ser revertido.

 

NoFap e Pessoas Famosas Diagnosticadas com o Vicio em Pornografia

terry crews

O NoFap estimula que homens de todos os lugares não se masturbem, pois os adeptos acreditam que isso instiga o corpo a se tornar mais ágil e, também, a mente a focar mais.

Ou seja, teoricamente, só traz benefícios. Mas, ainda maior do que uma iniciativa contra a masturbação excessiva, o movimento se tornou símbolo do combate à pornografia, e isso fez com que diversos famosos o aderissem, como Terry Crews, Joseph Gordon-Levitt, Russell Brand e Hugh Grant.

Contudo, o NoFap ainda se revelou útil para outra causa essencial: o combate ao suicídio. Por isso, a iniciativa se transformou no NoFap Setembro, e é justamente o vício em pornografia parte de sua pauta, pois em casos mais graves pode levar à reclusão social completa, depressão e suicídio.

Desta forma, diferentes tratamentos devem ser procurados, como a psicologia cognitiva, ou a terapia que traga a visualização do problema à saúde do homem – e, em muitos casos, de sua esposa.

Quando os sintomas do vício, ou da dependência em si, aparecem, as pessoas devem procurar um psicólogo, porque pode ser, sim, um problema de saúde, como veremos mais adiante.

 

A pornografia pode acabar com relações reais?

casal triste

Segundo o psicólogo Rafael Rossi, o vício em pornografia, pode acabar com as relações reais.

Um recente estudo científico feito pela Universidade de Quebéc no Canada indicou que o uso de pornografia está associado a dificuldades sexuais e de relacionamento, aumento da infidelidade e diminuição do desejo sexual e da satisfação sexual dentro do casamento.

Este estudo corrobra com outros estudos que mostram que adultos que assistem a filmes pornôs são mais propensos a se divorciar, a ter um caso extraconjugal e menos propensos a relatar estarem felizes com o casamento ou felizes de uma forma geral.

Seja como for, o intuito original é que o NoFap faça o homem reter sem sêmen, mas, após o período recomendado para que o organismo reencontre seu equilíbrio, as relações sexuais estão liberadas, inclusive a masturbação recebida pela parceira ou pelo parceiro.

Então, o objetivo é que o homem não consuma pornografia, e não se masturbe para que não tenha o risco de se viciar. Mas, caso isso aconteça, é necessário procurar ajuda profissional.

 

O que é, de fato, o estímulo pornográfico?

homem viciado em pornografia

O estímulo pornográfico é feito através do material com sexo explícito produzido apenas para proporcionar prazer, e ele é nocivo à saúde mental e física de qualquer pessoa.

No caso do homem, incentivado desde cedo a consumir esse tipo de material, o perigo aumenta pela suscetibilidade ao vício.

Por exemplo: conteúdos que você recebe por e mail ou em algum blog, acompanha em redes sociais, vídeos em seu computador, instagram e todas as vezes que acompanhou a pornografia na internet. Tudo isso colabora com o vício e pode se tornar um gatilho para o mesmo.

 

Nofap e a abstinência de masturbação

vicio em masturbação

Existem diversos adeptos do NoFap e até psicólogos que que acreditam que a abstinência de masturbação ajuda a eliminar o hábito relacionado ao vício em pornografia.

Porém, o que chama mais atenção é o fato de observarem a prática de NoFap como justificativa para a retenção seminal, ou seja, a permanência da testosterona produzida no organismo.

Isso faz, entre outras coisas, com que o desempenho físico aumente. Aliás, vale lembrar que diversos treinadores e técnicos de esportes profissionais proíbem seus esportistas a praticarem sexo ou masturbação durante uma competição, ou no período que a antecede.

Além disso, a prática de NoFap faz com que o cérebro absorva a energia seminal como indutor do foco, o que também ajuda no desempenho profissional e intelectual.

Ou seja, a alta e a baixa de hormônios depende inteiramente da ejaculação masculina, o que pode promover diversos benefícios.

 

Como Parar Com a Pornografia Hoje?

Baixe Agora o Nosso Guia Gratuito e dê o Primeiro Passo Rumo à Reversão do Vício em Pornografia!

 

 

Afinal, como se livrar do vício em pornografia?

consulte um médico

Como ocorre com qualquer adição, se livrar do vício em pornografia não é tarefa fácil. Afinal, ninguém consegue simplesmente largar a compulsão pelo cigarro, a bebida alcoólica, o celular ou até mesmo o açúcar de uma hora para outra sem que haja um tratamento.

Mas o fato de que não é fácil não quer dizer que é impossível. Ao contrário. É preciso buscar ajuda médica, em primeiro lugar, ou de um especialista ou psicólogo gabaritado para lidar com os sintomas.

Em seguida, haverá uma metologia e processos a serem seguidos, e respeitar os próprios limites e o que é indicado pelo seu médico psicólogo é fundamental para o sucesso do tratamento.

Então, seja por conta de compulsão sexual ou da dependência em sua vida de alguma forma, a busca por ajuda é sempre a melhor forma de corrigir ou adequar um quadro clínico.

 

Tratamento para lidar com o Vício em Pornografia

cérebro azul

Reboot de Pornografia

O termo Reboot (ou reinicialização) no contexto do vício em pornografia refere-se a um experimento de abstinência de pornografia e de toda estimulação artificial (por exemplo: sites de pornografia, sites de acompanhantes, tinder, etc).

O reboot pretende dar ao cérebro um descanso para recuperá-lo dos efeitos nocivos ocasionados pelo vício em pornografia e, em seguida, religa-lo ou associá-lo apenas a estímulos reais e interações com pessoas reais.

Em outras palavras, Rebotar (reinicializar) é o equivalente a descondicionar o seu cérebro da pornografia e da estimulação virtual e religá-lo (rewiring) ou associá-lo somente às situações reais que existiam antes da exposição ou existência desses estímulos virtuais.

Terapia Cognitivo Comportamental

A terapia cognitivo comportamental é uma linha da psicologia bastante indicada para esse tipo de problema, uma vez que ela deriva de uma abordagem neurociêntífica da psicologia.

Desta forma, ao se tratar com um psicólogo desta linha, você encontra em métodos como a terapia cognitiva, ajuda mútua para compreender mais sobre o seu comportamento sexual.

O único cuidado aqui, é garantir antes de iniciar o tratamento, que o seu psicólogo esteja ciente sobre a existência do vício em pornografia e tambénm atualizado sobre as últimas descobertas da comunnidade científica sobre este tema.

Programa Revert

Criado pelo psicólogo Rafae Rossi (criador do site Vício em Pornografia Como Parar?), o Programa Revert, é um tratamento completo, baseado no que existe de mais moderno em termos de pesquisas e estudos sobre o cérebro humano e o vício em pornografia.

Seu conteúdo abarca tanto a perspectiva teórica, desde uma abordagem neurocientífica, a perspectiva terapêutica, baseada na experiência no tratamento e recuperação de mais de 4.652 pessoas diagnosticadas com vício.

Aborda também a perspectiva metodológica, o passo-a-passo, do que é necessário fazer de forma prática para abandonar definitivamente o vício e recuperar sua saúde mental.

Para conhecer melhor como funciona este tratamento clique aqui.

ENTRE PARA NOSSA LISTA VIP E JUNTE-SE A MAIS DE 32.786 PESSOAS!

Entre para nossa lista VIP e receba dicas exclusivas por e-mail de Como Parar com o Vício em Pornografia ainda hoje:

Talvez possa lhe interessar:

Conheça o nosso Método oficial de 3 Simples Passos para Você Se Livrar do Vício em Pornografia